top of page
  • Carolina Torronteguy

O que são transtornos de personalidade?

Muito tem se falado sobre transtornos de personalidade nos dias atuais. Porém, muitas das vezes, nem sempre o termo é usado corretamente ou esclarece, com bases médicas, do que se trata. Isso gera uma banalização dos distúrbios e uma maior incompreensão do que se trata.

Você sabe o que são transtornos de personalidade e suas principais características? Continue a leitura e fique por dentro do assunto!

Entenda o transtorno de personalidade

Os transtornos de personalidade consistem em um grupo de doenças mentais em que traços do emocional e do comportamental do indivíduo estão desequilibrados. Um transtorno de personalidade surge quando os traços de personalidade se manifestam com um desvio significativo em relação ao apresentado por outras pessoas. Eles podem ser muito inflexíveis, o que afeta a adaptação da pessoa a eventos do dia a dia. Como resultado, há incômodo, angústia e sofrimento em várias áreas da vida, a exemplo dos relacionamentos.

Principais tipos de transtornos de personalidade

Atualmente, a medicina já conseguiu identificar vários transtornos. Geralmente, eles são divididos nos grupos A, B e C, conforme suas características. No grupo A se enquadram os transtornos excêntricos e bizarros:

Paranoide: suspeita e desconfiança. Esquizotípicos: comportamentos e ideias excêntricos. Esquizoide: desinteresse em outras pessoas O grupo B é composto pelos transtornos que são caracterizados como errático, emocional ou dramático: Narcisistas: grandiosidade aparente, autoestima desregulada. Histriônico: procura por atenção. Borderline: desregulação emocional e intolerância de estar sozinho. Antissocial: falsidade, manipulação dos outros em benefícios próprio, desrespeito pelos outros e irresponsabilidade pessoal. Já no grupo C vamos encontrar os transtornos caracterizados por apreensão e ansiedade: Esquivo: por ter sensibilidade à rejeição evita o contato interpessoal. Obsessivo-compulsivo: obstinação, rigidez e perfeccionismo. Dependente: necessidade de ser cuidado e submissão.

Diagnóstico e tratamento

De acordo com a situação do indivíduo, a correta identificação do tipo de transtorno que o afeta poderá contar com a ajuda de profissionais de várias áreas. Por exemplo, neurologistas, clínicos gerais, psicólogos e psiquiatras.

Somente o profissional especializado é capaz de avaliar se, de fato, o que a pessoa apresenta pode ser enquadrado como transtorno, por meio de análise sobre a gravidade dos sintomas experimentados, histórico médico e familiar, além da própria avaliação mental.

A forma mais utilizada para o tratamento de vários tipos de transtornos de personalidade é a terapia. É importante considerar que mesmo o foco desse processo envolver o controle dos sintomas, cada transtorno necessidade uma abordagem única e um tratamento diferente.

Há situações em que não apenas o indivíduo com transtorno deve participar da terapia, mas também sua família, uma vez que existe a necessidade da compreensão e empenho daqueles que são mais próximos visando melhores resultados.

O foco da abordagem psiquiátrica tem como finalidade ajudar a pessoa a enxergar seus próprios conflitos de forma mais clara e entender como eles estão atrapalhando a sua vida.

Os medicamentos também podem ser usados para determinados tipos de transtorno. Entretanto, em nenhuma hipótese eles devem ser consumidos sem orientação médica especializada. Tentar tratar um transtorno mal diagnosticado por conta própria pode terminar piorando a situação.

Esperamos que esse artigo tenha ajudado a você a compreender melhor o que são os transtornos de personalidade. Lembre-se que, em caso de dúvida, consulte um psiquiatra!

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em Porto Alegre!

Commentaires


Les commentaires ont été désactivés.
bottom of page