top of page
  • Carolina Torronteguy

Características do Transtorno de Personalidade Narcisista

Em razão da falta de conhecimento sobre a condição, o transtorno de personalidade narcisista é muitas vezes comparado a uma vaidade exacerbada. Porém, estamos falando de um quadro complexo e que pode trazer grandes prejuízos sociais aos pacientes.


Diferente do que imaginamos, esse transtorno é muito comum. Neste post, falaremos sobre como identificá-lo, suas causas e possíveis tratamentos. Então, continue a leitura e aprenda tudo sobre o assunto.


O que é o transtorno de personalidade narcisista (TPN)?


Trata-se de um transtorno de personalidade caracterizado por um comportamento padrão de superioridade do indivíduo, pela necessidade de ser admirado e pela falta de empatia. Por isso, traz diversos problemas para os pacientes, afetando seus relacionamento e sua atuação profissional.


Ainda, o transtorno de personalidade narcisista é uma condição mental que faz com que o indivíduo tenha um senso inflado sobre sua importância, exigindo um nível alto de atenção das pessoas com quem convive.


Dessa forma, é comum que sintam tristes ou frustrados, pois, não recebem a admiração e os favores especiais que entendem como adequados. 


Como identificar o transtorno de personalidade narcisista?


Embora possa ser facilmente confundindo com excesso de vaidade e dificilmente visto como uma doença, o indivíduo com o transtorno de personalidade narcisista costuma apresentar padrões de comportamentos que ajudam a identificar o quadro. São eles:

  • irritabilidade ao ser contrariado: pessoas narcisistas têm grande dificuldade em aceitar críticas e insultos, não sabem lidar com derrotas, frustrações ou rejeições. Ao serem contrariados, tendem a reagir com raiva, nervosismo e irritação;

  • sentimento de grandiosidade: quem sofre com o TPN imagina que suas preferências, desejos e opiniões são mais importantes e têm mais valor do que as de qualquer outra pessoa;

  • crença de ser especial: o narcisista acredita que é especial e único. Por isso, só pode ser entendido por pessoas que também são especiais. Ao se apresentarem para desconhecidos, costumam se definir pelas suas qualidades excepcionais;

  • falta de empatia: quem sofre com o transtorno de personalidade narcisista não manifesta empatia e nem compaixão pelo sofrimento alheio, pois, seus próprios problemas são mais importantes e mais dolorosos do que os dos outros.

Quais são as causas?


Ainda não existe uma única causa definida para esse tipo de transtorno de personalidade. Os principais estudos já realizados apontam para uma grande contribuição do fator genético e ambiental do paciente.


Além disso, existem teorias que apontam para uma relação com o excesso de cuidados ou de críticas, dos pais ou responsáveis durante a infância do indivíduo, ajudando-o a desenvolver o quadro.


Como é o tratamento?


Assim como outros transtornos de personalidade, o narcisista é tratado com a psicoterapia, sendo mais comum a abordagem cognitivo comportamental. Dessa forma, o paciente aprende a relacionar com outra pessoas e passa a ter uma melhor compreensão das suas emoções.


Porém, a mudança comportamental só ocorre quando o indivíduo aceita a responsabilidade pelas suas ações e aprende a interagir de maneira mais apropriada. O uso de medicamentos só é recomendado quando existem traços de ansiedade ou de depressão.

Enfim, o transtorno de personalidade narcisista é grave e precisa ser tratado. Caso contrário, o paciente tem suas relações sociais comprometidas e pode desenvolver outras patologias ou fazer uso abusivo de álcool e outras drogas.


Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em Porto Alegre!

Commentaires


Les commentaires ont été désactivés.
bottom of page